Obesidade em cães

Publicado em: 21/07/2014 | Categoria: Dicas Pets

Eu entendo que eles fazem aquela cara de pidão, irresistível, mas tenho certeza que se eles entendessem o mal que nossas guloseimas fazem a eles, não passariam nem perto das nossas mesas. Portanto, depende apenas de nós escolhermos entre um animal saudável ou não, com expectativa de vida maior ou não.

A obesidade causa inúmeros problemas de saúde, em nós e neles, em praticamente todo o sistema orgânico: cardíaco (hipertensão), respiratório (dificuldade respiratória), digestório (diarréias, má absorção), endócrino (diabetes), imunológico (predisposição a doenças e alergias), esquelético (degeneração de articulações), reprodutivo (infertilidade), etc.

Se você está disposto a dar uma qualidade de vida melhor para seu animal continue lendo e veja como prevenir ou se necessário remediar esse mal.

Comecemos pela prevenção. É sabido que algumas raças têm predisposição ao sobrepeso, como labrador, golden, bull dog, schnauzer entre outras, portanto essas raças precisam de uma atenção maior quando o assunto é a balança. É importante pesquisar sobre a média de peso ideal da raça do seu animal ou consultar tabelas disponíveis quanto ao score corporal. Quando o assunto é controle de peso a palavra chave é “ração”. As rações industrializadas são a melhor opção de alimentação, pois nelas estão todos os ingredientes necessários para a manutenção do organismo animal. O ideal é que não tenha ração disponível o dia todo, pois alguns cães são verdadeiros “sacos sem fundo”! O correto é dividir a quantidade recomendada em duas ou três refeições diárias. Oferecer restos da nossa alimentação é proibido, pensa comigo: já pagamos caro pela ração, se dermos nossas guloseimas para eles, a alimentação desbalanceia, assim, jogamos nosso suado dinheiro no lixo. Petiscos próprios para cães são permitidos, mas no máximo um por dia. Além da alimentação regrada, exercícios e brincadeiras são extremamente importantes, indico sempre pelo menos uma caminhada (passos rápidos) diária de uma hora, ou duas de meia hora. Avalie semanalmente o score corporal do seu animal, pois se ele começar a engordar, é muito mais fácil corrigir no início.

 

Se o seu animal já está gordinho, nunca é tarde para corrigir. Caso ele esteja um pouco acima do peso, as dicas anteriores podem resolver o problema. O balanceamento da alimentação, corte de petiscos e caminhadas constantes serão suficientes para melhorar a saúde do seu amigo. Agora se ele está obviamente muito acima do peso, é necessário procurar seu veterinário de confiança para realizar uma redução gradual de calorias, que requer alguns cálculos para definir qual a melhor forma de perder peso. Isso é importante porque não é saudável que ele emagreça muito rápido, portanto prepare-se, ele pode levar até um ano para chegar ao peso ideal. Existem no mercado rações específicas para perda de peso, porém requer avaliação e indicação do veterinário para que seja utilizada de forma correta. Nunca é tarde para começar!!

 

Dica da Dra. Carolina V. B. Ferraz
CRMV-SP 22.835

 

 





Deixe seu comentário