10 erros comuns que donos de animais cometem

Publicado em: 10/01/2018 | Categoria: Dicas Pets

  • Erro n° 1: não vermifugar

A vermifugação é muito importante pois além de tratar os vermes já existentes, também ajudará na prevenção. É recomendável que haja uma vermifugação períodica, mas sempre consultando um especialista para que possa indicar o melhor tratamento.

 

  • Erro n° 2: baixa prática de exercícios

A prática regular de exercícios físicos é muito importante para a saúde dos animais. Hiperatividade, inquietação e excesso de peso podem ser sinais de que seu pet está necessitando de atividade física. O sedentarismo também pode ocasionar problemas como a obesidade, que consequentemente desencadeia outros males.

Já a quantidade de exercícios varia de acordo com o porte de cada cão, mas normalmente recomenda-se ao menos meia hora de exercício por dia.

 

  • Erro n° 3: não castrar 

A castração  é um procedimento muito importante, pois auxilia no controle populacional e previne diversos problemas de saúde, além de reduzir o risco de câncer de mama nas fêmeas e câncer de próstata nos machos.

 

  • Erro n° 4: pote de comida sempre cheio

Muitos donos deixam o pote de comida sempre cheio, entretanto não é recomendável, pois muitos pets comem além do que precisam, ingerindo mais calorias que o necessário. Por isso o correto é seguir as orientações do rótulo dos alimentos, ou consultar um veterinário para indicar uma dieta correta.

 

  • Erro n° 5: deixar seu pet muito tempo sozinho 

Quando permanecem muito tempo sozinhos animais também ficam entediados, o tédio pode levar os pets a terem atitudes problemáticas: como morder, choramingar, cavar, latir em excesso, arranhar ou miar excessivamente. Por isso é primordial sempre ter um tempo para seu animalzinho.

 

  • Erro n° 6: não ser paciente ao ensinar

Ensinar determinados comportamentos não é tão fácil, são necessárias repetidas tentativas, não será da noite para o dia que seu animal sairá aprendendo, por isso ter paciência é uma parte muito importante no processo de aprendizagem.

 

  • Erro n° 7: deixar o cão puxar a guia

É comum ver cachorros puxando seus donos durante passeios, porém não é um comportamento que deva ser tratado com casualidade, além da possibilidade da guia se soltar e o animal machucar uma pessoa, esse comportamento ocasiona desconforto. Uma das formas de resolver é, ficar parado quando seu cachorro fizer esse tipo de movimento e só voltar a caminhar quando a guia estiver novamente frouxa.

 

  • Erro n° 8: não fazer visitas periódicas ao veterinário

Muitos donos não levam seus pets ao veterinário com a frequência necessária, e até mesmo chegam a evitar o local. No entanto, visitas periódicas são muito importantes para garantir: a saúde do seu pet, a higienização adequada, o controle de parasitas, a identificação precoce de doenças, e manter as vacinas em dia.

 

  • Erro n° 9: não se preocupar com a socialização do cão

A socialização é muito importante pois faz com que o animal se acostume com ambientes, pessoas, animais, objetos e situações diferentes do habitual. Além de que sem a mesma, cães e gatos podem adquirir diversos medos e fobias.

 

  • Erro n° 10: adotar por impulso

Adotar é um decisão muito importante, pois tomá-la modificará sua vida (e do pet) em muitos aspectos, porém é comum muitos donos adotarem sem pensar a longo prazo, dessa forma é imprescindível que essa possibilidade seja ponderada seriamente antes de tomá-la.





Deixe seu comentário