Dicas para evitar o medo excessivo dos pets em clínicas veterinárias e pet shop

Publicado em: 07/12/2017 | Categoria: Dicas Pets

Dicas para evitar o medo excessivo dos pets em clínicas veterinárias e pet shop

É comum que animais domésticos tenham receio de ir a clínicas veterinárias e pet shops, porém se esse medo for maior que um mero desconforto, e ocorra com muita frequência, são necessários alguns cuidados especiais e maior atenção por parte do proprietário.

Deve-se inicialmente identificar as possíveis causas desse medo, analisando se o animal já é medroso, pois muitos pets têm medo de quase tudo; outro motivo bem comum é o fato do animal não estar acostumado a ver gente, ou animais estranhos, não ter contato com outros animais. Animais que não foram socializados desde filhote tendem a temer qualquer novidade.

Alguns sinais que indicam se o seu pet está desconfortável ou inseguro em situações são:

  •  Ficar estático; 
  • Apresentar comportamento de fuga (muito perigoso, pois pode ocasionar acidentes);

  • Salivação excessiva;

  • Respiração ofegante;

  • Tremedeira;

  • Taquicardia;

  • Agressividade;

  • Pupilas dilatadas;

  • Falta de interesse por petiscos que gosta.

     

Em casos leves, onde o animal tem apenas um certo desconforto, a exposição repetida e associada a coisas positivas pode fazer com que ele se acostume aos poucos.

Entretanto em casos mais graves sugere-se que seja feito uma mudança comportamental, com o intuito de trazer experiências positivas para o pet nestes locais.

Se a grande dificuldade for leva-lo ao veterinário, uma alternativa é tentar lembrar se houve algo que tenha passado na clínica que o marcou negativamente, como a aplicação de vacinas ou curativos, que faz com que ele ligue os momentos que lhe causaram desconforto ao local. Levar brinquedos favoritos às consultas ou petiscos também ajudarão seu bichinho a começar a assimilar emoções positivas lá. 

Se o trauma for muito intenso, uma boa opção é efetuar os próximos atendimentos a domicílio, para que volte a se adaptar aos poucos.

Outras formas de tratar esse medo é fazer passeios com o pet próximo a clínica ou pet shop, para que ele vá se acostumando. Marcar consultas não apenas para fazer o costumeiro check-up ou vacinar, mas para momentos que não lhe causem dor, como a pesagem. Incentive sempre seu bichinho lhe entregando petiscos quando entrar no local, ou lhe dando parabéns.

Mas lembre-se constantemente de nunca forçar seu pet, visto que isso poderá lhe causar mais experiências traumáticas, procure sempre avançar um pouco de cada vez com muita paciência.

Para prevenir que este medo excessivo de locais seja constante, é essencial expô-lo desde filhote a esse tipo de ambiente, para que crie uma imagem positiva daquele lugar, e consequentemente esteja habituado.





Deixe seu comentário