Cuidados com gatos em dias de calor

Publicado em: 26/01/2018 | Categoria: Dicas Pets

Com a chegada do verão, são necessários alguns cuidados especiais com os gatos para que não sofram os efeitos negativos que o calor pode lhes causar. 

Nessa época você irá perceber que seu gatinho pode lamber-se mais frequentemente, o que é algo natural pois é essa forma que eles utilizam para resfriar o corpo. 

Algumas dicas para cuidar de nossos gatos em épocas quentes são:

 

  • Lugares frescos

Em épocas de calor, os gatos buscarão locais mais arejados e com maior ventilação, para que possam se acomodar do sol e do mormaço, por isso é importante que esses locais mais frescos como: pias, pisos e vasos de cerâmica, estejam sempre livres para que seu felino possa usufruir deles. 

Também é importante lembrar que de maneira nenhuma deve-se deixar seu pet trancado em locais abafados ou que não possuam uma boa e constante ventilação, seja em cômodos, varandas ou carros.

 

  • Cuidados com a pelagem

A tosa total deve ser evitada, pois a pelagem tem função de proteção da pele. Animais com pelagem densa e/ou longa têm a pele mais sensível, retirando a pelagem, a derme estará exposta ao sol e ao calor intenso. Tosa higiênica é recomendada pois além de manter um hábito higiênico, serve para eliminar parte do pelo excessivo.

A principal dica é a escovação, mesmo que seu pet não tenha uma pelagem muito densa ou longa, ainda assim é importante escová-lo, pois além de ajudar durante a troca de pelos, remove a pelagem morta e ainda auxilia a diminuir o problema das bolas de pelo. Retirando apenas a pelagem solta, a temperatura ameniza e seu pet se sentirá confortável.

 

  • Água

Colocar alguns cubos de gelo nas tigelas de água são uma boa medida a ser tomada durante períodos muito intensos de calor, e sempre as deixando ao alcance de seu animal. É importante lembrar que a troca de água frequente é imprescindível e deve ser feita quantas vezes for necessário.

Uma outra alternativa também é oferecer água corrente para os gatos, pois é algo que eles gostam muito.

 

Mesmo seguindo todas as dicas, sempre fique atento ao seu animal de estimação, caso observe algum sinal de hipertermia (temperatura muito alta): salivação excessiva, respiração ofegante, mucosas congestionadas, arritmias cardíacas, dificuldade respiratória, constipação, diarreia hemorrágica ou vômitos, contate imediatamente seu médico veterinário de confiança,  para que assim possa receitar o tratamento necessário a ser seguido, pois o aumento de temperatura corporal além do limite pode ocasionar sérias mudanças cardiovasculares e neuromusculares, e se não for tratada imediatamente, pode gerar colapso cardiorrespiratório.





Deixe seu comentário