Dia da apreciação do gato preto

Publicado em: 17/08/2018 | Categoria: Dicas Pets

Gatos são criaturas incríveis que assim como todos os animais, merecem nosso respeito, entretanto não é novidade para ninguém que gatos, principalmente os de cor preta, sofrem discriminação por grande parte da sociedade. Isso ocorre por conta da grande construção e reafirmação de muitos mitos que cercam esses felinos há muito tempo.

É necessário compreender que esses mitos também influenciam a qualidade de vida desses gatos, nota-se isso em dados estatísticos, de acordo com uma pesquisa realizada em 2014 pela organização inglesa RSPCA (Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals), cerca de 70% dos gatos abandonados são pretos.

Para compreender um pouco do porquê o gato preto ser visto como um sinônimo de azar e temido de forma irracional por inúmeras pessoas é necessário conhecer alguns aspectos históricos.

 

O gato preto na mitologia

No Egito antigo (cerca de 3000 a.C) os gatos eram vistos como seres divinos e venerados por essa sociedade, matar um gato era considerado um crime. Uma deusa da mitologia egípcia (Bastet) assumia a forma de um gato preto, com isso os egípcios acreditavam que manter um gato preto consigo traria boa sorte, alguns relatos mostram que os gatos eram criados num templo e que depois de mortos foram mumificados e enterrados ali.

Estátua Bastet (museu do Louvre)

Em outras mitologias como a nórdica, acreditava-se que Freya (deusa do amor) tinha como animais preferidos os gatos, também acreditavam que sua carruagem era puxada por gatos de pelo negro como a noite.

Já os persas acreditavam que matar um gato preto eram como matar um espírito amigo, que tinha com único propósito fazer companhia ao homem durante sua vida terrena.

 

O início da superstição

É possível notar que os gatos eram muito adorados e respeitados por povos que eram considerados pagãos (politeístas), com relação ao início da superstição em torno dos gatos, não sabe-se ao certo, mas acredita-se que iniciou com a acensão de religiões monoteístas, que eram contra a adoração de diversos deuses.

Foi durante a Idade Média (ou Idade das Trevas) que as superstições entorno dos gatos pretos se firmaram, o temor pelos felinos se espalhou pela Europa ao longo do tempo, acredita-se que seu estilo de vida também influenciou nessas perseguições, já que gatos possuem hábitos noturnos, um comportamento mais sutil e olhos brilhantes na escuridão, tornando-se assim criaturas suspeitas e logo em seguida sendo associados e perseguidos junto às bruxas, acreditando também que bruxas poderiam se transformar em gatos pretos e se espreitar pela noite lançando feitiços.

Por conta dessa incompreensão científica sobre a natureza e crenças extremante vigorosas e profundas, muitas mulheres (acusadas de bruxaria) e gatos pretos foram mortos por toda Europa. Naquela época ser possuidor de um gato preto ou ser visto ajudando algum era algo perigoso.

Por conta dessa erradicação desenfreada de gatos durante a Idade Média, ocorreu um desiquilíbrio natural e a população de ratos se elevou, esta que serviu de gatilho (junto a outros fatores naturais e a falta de saneamento básico) para a intensificação da peste negra que já assolava a Europa, esta epidemia é causada pela bactéria Yersinia pestis, que é hospedeira de pulgas em roedores. 

A peste negra matou cerca de 75 milhões de pessoas (que eram em torno de metade da população europeia e um terço da população mundial)

 

A irradiação da superstição

Os colonizadores ingleses que se estabeleceram na América (EUA) eram calvinistas e puritanos, acreditavam que gatos pretos eram criaturas demônicas e companheiros das bruxas, fazendo com que qualquer um que fosse visto com um gato preto fosse punido, ou até mesmo morto (um fato histórico conhecido sobre essa crença é a caça às bruxas de Salem em Massachusetts durante o século XVII)

 

Crenças diferentes

Apesar de haver uma crença mais forte com relação ao “azar” que os gatos trazem, em algumas outras culturas (até mesmo as atuais) o gato é visto como símbolo de sorte e bons presságios. Algumas outras crenças pouco conhecidas sobre os gatos são:

  • Marinheiros, pescadores e piratas acreditavam que gatos poderiam trazer sorte e costumavam levar um gato preto como tripulante, os chamados '‘gatos de navio’'

Tiddles (ship's cat) em sua estação a bordo do HMS Victorious

  • Quanto aos barcos, caso um gato preto entrasse num barco mas voltasse para trás, esse barco estaria condenado a afundar-se;
  • Carlos I de Inglaterra, no século XVII, achava que o seu gato preto lhe trazia sorte e colocou soldados para proteger o felino;

  • No Camboja acredita-se que gatos podem trazer chuva às plantações;

  • Alguns relatos do início do Islã sugerem que o Profeta Muhammad e outras figuras gostavam de gatos e os tratavam bem;

  • No Japão, os gatos são geralmente considerados como um sinal de boa sorte, Maneki-Neko (boneco que lembra um gato da raça bobtail-japonês) está em quase todas as casas do país, desejando boa fortuna;

 Maneki-Neko

  •  Em alguns países europeus acredita-se que gatos pretos podem ser prenúncio de morte.

Mesmo possuindo acesso a informação muitas pessoas ainda temem gatos pretos e acreditam que trazem má sorte, mesmo essa sendo uma crença sem qualquer confirmação.

Atualmente existem muitas pesquisas que comprovam que possuir um gato de estimação traz inúmeros benefícios para nossa saúde, como por exemplo a liberação de oxitocina (conhecido como hormônio do amor), além de ajudar a aliviar o stress (kitten therapy

Infelizmente, eles ainda têm um risco maior de maus tratos, muitas ONG's de proteção animal não realizam doações de gatos pretos no Halloween ou em sextas-feiras 13, por conta de maus tratos ou até mesmo do abandono.

Existem datas comemorativas criadas para expor a discriminação sofrida pelos gatos pretos e para promover a adoção destes felinos de pelo escuro, como o dia 17 de Agosto “Dia da Apreciação do Gato Preto” (Black Cat Appreciation Day) que surgiu nos EUA.

É necessário compreender que a cor dos pelos não deveria definir a sorte ou não dos gatos, todos merecem ser respeitados e tratados com carinho, independente de qualquer outro fator. Cogite a adoção de um gato preto pois assim como todos os outros esses gatinhos merecem ter um lar.





Deixe seu comentário